A primeira coisa a fazer quando se planeja uma viagem é listar todas as despesas envolvidas. É vantajoso usar tecnologias para o cálculo das despesas (planilhas, programas, sites e aplicativos específicos), mas um controle manual também pode ser muito efetivo. Criar uma média de gastos para as despesas de viagem é essencial.

Neste artigo, vamos explicar o processo de cálculo de despesas de uma viagem. Quer entender como funciona? Então continue a leitura para conferir!

Passagens

É preciso se atentar aos preços adicionais na hora de comprar passagens, principalmente em relação a bagagens. Também é preciso incluir na conta o deslocamento dentro da cidade que se está visitando. Por isso, pesquisar sobre as opções e incluir passes e tarifas de transportes no cálculo é fundamental.

Alimentação

O ideal é calcular quanto vai ser gasto no café da manhã, almoço, jantar e lanches entre essas refeições. É recomendado ter uma noção dos preços por meio de pesquisas na internet, inclusive em cardápios online, disponibilizados por alguns restaurantes.

Comprar alguns itens no supermercado e fazer seu próprio café da manhã (e até outras refeições) também é uma boa dica para economizar. Restaurantes e cafés próximos de atrações turísticas costumam ser mais caros. Portanto, se o objetivo é economizar, fazer refeições fora das áreas mais turísticas é mais barato.

Hospedagem

Para calcular o valor gasto com hospedagem, é preciso multiplicar o preço de uma diária pelo número de dias pretendidos ficar na acomodação. Uma opção econômica é se hospedar em hostels, onde o quarto geralmente é compartilhado com outros viajantes. Além disso, pesquise as opções com antecedência e, se possível, dê preferência para épocas fora da alta temporada, quando os preços aumentam.

Descontos em grupo

Fazer uma viagem em grupo, como excursões, traz excelentes benefícios financeiros. A hospedagem, o transporte, a alimentação e os passeios podem ser mais baratos quando comprados por um grupo. É possível, por exemplo, conseguir descontos na compra de ingressos, dividir a hospedagem e até mesmo algumas refeições. Além disso, várias empresas de turismo costumam oferecer promoções para pessoas que realizam passeios em grupo.

Despesas extras

Uma ótima dica é separar algum dinheiro para despesas extras. Ter uma reserva de dinheiro para momentos que não foram previstos na viagem é uma estratégia básica. Assim, se descobrir uma nova opção de passeio imperdível ou, ainda, tiver necessidade de comprar um remédio, você não terá que se preocupar por não ter o dinheiro. Embora não seja a melhor opção, recorrer ao cartão de crédito nessas situações também pode ser uma saída.

Planejamento

Planejar bem uma viagem é crucial para que tudo dê certo. É importante definir um orçamento e buscar formas de economizar. Calcular quanto você vai gastar por dia, por exemplo, é um bom método. Assim, é possível aproveitar a viagem sem preocupações e diminuir as chances de situações imprevistas.

Nessa etapa, fazer anotações para estar ciente dos custos é muito eficiente e usar a tecnologia pode simplificar ainda mais o processo. Uma dica é organizar planilhas no Excel e usar o aplicativo Splitwise, que ajuda a administrar gastos divididos com outras pessoas — o que pode ser útil nas viagens em grupo.

Gostou dessas dicas para calcular as despesas de viagem? Então, compartilhe este texto nas suas redes sociais para que os seus amigos também entendam sobre o assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *