Como organizar um bazar beneficente na igreja? Você já se perguntou sobre o assunto algumas vezes e só não fez o evento até agora por que não soube por onde começar?

O nosso objetivo, neste texto, é ajudar você a resolver esse problema. Vamos tratar de pontos como a definição do orçamento, a montagem da equipe, a arrecadação de recursos e a divulgação do bazar, que pode ser uma ótima oportunidade de conseguir um dinheirinho para pintura da parede da igreja ou fazer aquela excursão com os fiéis para a festa do padroeiro da cidade vizinha. Confira!

1. Faça um planejamento

Um ponto-chave para qualquer evento é o planejamento. Perguntas fáceis ajudam a trilhar o caminho. Qual o objetivo do bazar? O que pretendo vender? De onde virão os itens a serem vendidos? Quem poderá ajudar na organização? Que equipamentos são necessários — barraquinhas, um salão, uma sala da paróquia?

Faça uma tabelinha com essas perguntas e as respectivas respostas. E elenque prazos para elas serem resolvidas assim como as pessoas que podem ajudar a resolver os problemas.

2. Monte uma equipe voluntária

Ter com quem compartilhar o trabalho de fazer o bazar é fundamental. Assim você não fica sobrecarregada e resolve as coisas com mais rapidez e facilidade.

Compartilhe com as pessoas voluntárias aquela tabelinha do planejamento e mostre para elas o que precisa ser feito.

3. Defina a fonte de orçamento

Quem vai ajudar com os custos do evento? Pode ser que a sua paróquia tenha algum recurso para gastos básicos, como o aluguel das barraquinhas do bazar.

Mas, talvez, seja interessante conseguir ajuda. Uma opção é conseguir patrocínio com comerciantes do bairro, pois eles podem ajudar e em troca estampar os logotipos das suas lojas nas faixas e folhetos de divulgação do bazar.

4. Divulgue o evento

O outro ponto fundamental para o sucesso do bazar é a divulgação. Além das faixas e dos folhetos, pode ser interessante divulgá-lo ao final das missas da semana e até mesmo na rádio da cidade. Em alguns locais, carro de som funciona bem para atrair as pessoas, além de ser barato e eficiente!

5. Treine os vendedores

Saber atender bem os visitantes, ter paciência e explicar a qualidade dos produtos do seu bazar pode ter grande impacto no sucesso do seu evento. Por isso, tente fazer um pequeno treinamento com as pessoas que vão ficar à frente das vendas do bazar para que elas tenham sucesso no convencimento das pessoas.

Não precisa ser algo muito sofisticado, afinal de contas, você não é uma grande rede varejista, mas uma reunião simples para alinhar a equipe já trará bons resultados.

6. Venda produtos de qualidade

É preciso que o visitante do seu bazar, além de ser bem atendido, tenha uma boa experiência com as coisas que vai comprar. É claro que ele estará ali para ajudar a igreja com a causa que vocês estiverem defendendo. Mas se ele ficar satisfeito com o produto, tem a chance de voltar em outras ocasiões.

Gostou de nossas dicas sobre como organizar um bazar beneficente na igreja? Viu só, não é tão difícil. Basta se organizar? Então, continue em nosso blog e saiba como organizar outros eventos religiosos na sua paróquia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *