Ao organizar uma excursão para Aparecida do Norte, é importante pensar em alguns pontos para que tudo saia como o planejado.

Conhecer Aparecida do Norte é o sonho de muitas pessoas religiosas, não é verdade? Isso porque a cidade, além de ser um lugar sagrado para os católicos, é repleta de atrações, museus históricos, lazer para os turistas e belíssimos lugares para se visitar.

A casa da Padroeira do Brasil é reconhecida pelo grande número de romarias que recebe, principalmente no mês de outubro, já que o dia 12 desse mês é o feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida.

E você? Pretende organizar uma excursão para Aparecida do Norte? Então, continue lendo este artigo e descubra como se preparar para fazer uma viagem perfeita!

Planeje-se com antecedência

A cidade de Aparecida do Norte recebe milhares de fiéis em todas as épocas do ano. Portanto, se você quer conhecer os principais pontos turísticos do local, como a Basílica de Aparecida, organize o roteiro com bastante antecedência, principalmente se deseja fazer a sua excursão em datas festivas.

Durante as celebrações católicas — como Páscoa, Natal e o feriado de Nossa Senhora Aparecida —, a concorrência para a visita aumenta significativamente. Por isso, se a sua vontade é conhecer a cidade nessas datas, procure se organizar com o seu grupo alguns meses antes para que tudo saia como o planejado.

Hospedagem

Lucineia Marques — cliente Saritur Fretamento e guia de romaria que organiza excursões para Aparecida do Norte há 11 anos — conhece bem a cidade e dá dicas para escolher bem a hospedagem.

Na verdade, a experiência dela começou antes de se tornar guia. “Minha mãe sempre viajou com outras pessoas como passageira. A partir de um certo momento, ela resolveu organizar a própria excursão, porque queria levar os filhos, ou seja, queria que a família participasse com ela. Aí começamos a correr atrás de passageiros”, relembra.

A guia conta que, de tanto conhecer hotéis diferentes na cidade desde a primeira viagem com sua mãe, começou a aprimorar a experiência. “Experimentamos um hotel, procuramos outro melhor e passamos para outro. O que priorizávamos na escolha da hospedagem era o valor, porque em Aparecida eles cobram por pacote e o final de semana é cheio. Até que acertamos no Mapp hotel, onde ficamos há 4 anos”, indica.

Segundo Lucineia, Aparecida do Norte é um destino no qual, normalmente, se leva muitos turistas idosos. “Muita gente vai pagar promessa, então eu não acho que é igual uma viagem para a praia, é um passeio totalmente diferente, pois o público é outro”, ressalta.

Dessa forma, outro critério que ela prioriza em suas excursões são os hotéis com camas baixas. “Lá tem muitos hotéis com beliche e, em virtude da idade, as senhorinhas não sobem neles”, comenta. A boa notícia é que a cidade tem vários hotéis bons que atendem essa demanda.

A localização é outro ponto-chave. “Antes, ficávamos em um hotel que era muito bom, mas tinha uma localização um pouco perigosa para quem queria ir à praça durante a noite para ver os shows”, acrescenta Lucineia.

Escolha cuidadosamente o meio de transporte

A escolha do transporte dos fiéis na excursão para Aparecida do Norte é um dos momentos mais importantes da preparação da viagem. Avalie todas as formas de se locomover até lá e considere a possibilidade de optar por um fretamento de ônibus.

Para ter certeza da melhor escolha, faça orçamentos e escolha sempre os tipos de ônibus mais adequados para a sua viagem — inclusive transportes com opção de acessibilidade. Afinal, a segurança e o conforto do seu grupo valem mais do que qualquer dinheiro, não é mesmo?

Paradas

“Apesar de a maioria dos ônibus especiais viajarem à noite, preferimos sair durante o dia, porque à noite, normalmente, só se tem duas paradas, além do medo que muitas pessoas podem ter de fazer viagens longas durante esse horário”, diz Lucineia.

Assim, o roteiro da guia inclui, geralmente, uma parada no meio da manhã (porque eles saem às 4h da manhã), uma parada para o almoço (que demora um pouco mais) por volta de meio dia e, depois, mais uma parada rápida para ir ao banheiro. “Além disso, distribuímos muita coisa ao longo do trajeto (frutas e lanches) para que todo mundo coma dentro do ônibus”, completa.

A excursão para Aparecida do Norte coordenada por Lucineia opta em não parar em restaurantes de grandes redes, como o Graal, porque o público que faz a excursão não tem esse perfil. “São pessoas mais humildes, que vieram do campo, então a gente gosta de parar em restaurantes que servem comida caseira e com valores mais em conta”, justifica.

Diversão

Segundo a guia, o que não falta na viagem é diversão. “Realizamos brincadeiras dentro do ônibus, distribuímos brindes e fazemos um sorteio de amigo oculto, para que os presentes sejam entregues no trajeto de volta. Assim, nem vemos a viagem passar. É tudo muito tranquilo”, destaca Lucineia.

Cuide dos romeiros

Em um mesmo grupo, podem existir vários tipos de romeiros. Portanto, é fundamental que você pense muito bem nos lugares de parada e confira se todos são acessíveis a todos os integrantes do grupo.

O Santuário de Aparecida, por exemplo, tem um vasto campo de estacionamento, mas, dependendo do lugar onde o motorista do ônibus parar, pode dificultar a locomoção dos fiéis — ainda mais aqueles que são idosos ou têm algum tipo de deficiência.

A acessibilidade do santuário é ótima, contando com elevadores, rampas com pisos emborrachados e antiderrapantes, além de oferecer vagas de estacionamento preferenciais.

Segurança

De acordo com Lucineia, é preciso tomar um pouco de cuidado e orientar os visitantes na excursão, porque, assim como na maioria das cidades, acontecem assaltos. “Por isso, uma dica é evitar bolsas grandes, andar com sacolas e grandes quantias em dinheiro. Mas, ainda assim, eu acho que vale muito a pena ir”, recomenda.

Chegue cedo aos locais de visitação

Por mais que o Santuário disponha de uma estrutura acessível para todos os tipos de fiéis, é imprescindível que você chegue cedo na Basílica para conseguir atender a necessidade de todos os romeiros do seu grupo.

Alguns locais dentro do Santuário, como o Memorial da Devoção Nossa Senhora Aparecida, a Sala dos Milagres e das Velas, o Altar da Santa — que fica cercado de fiéis em datas comemorativas — e o Mirante, costumam ser muito movimentados durante todo o dia.

Por isso, quanto mais cedo a excursão para Aparecida do Norte chegar, mais tempo os romeiros terão para acompanhar todas as celebrações e será mais tranquilo conseguir um bom lugar no templo.

Programe as atrações para visitar

Muitos turistas que nunca fizeram uma excursão para Aparecida do Norte têm a impressão de que só há a Basílica para visitar. Realmente, não há dúvidas de que essa é a atração principal, devido à sua beleza e por ser um templo sagrado para os católicos. No entanto, há muitos passeios e lugares para se conhecer na cidade.

Festa de São Benedito

“Lá tem várias coisas para fazer. Na época da festa de São Benedito (sempre uma semana após a Sexta-feira da Paixão), muitos eventos são realizados, porque São Benedito é o padroeiro da cidade . Muita gente acha que Nossa Senhora Aparecida é a padroeira, mas isso não é verdade”, salienta Lucineia.

A guia conta que existe uma cavalgada muito bonita e interessante, com mais de mil cavaleiros. “É uma procissão na qual você vê o cortejo passar. Além disso, tem os quadros vivos, que são muito bonitos. Após a missa de São Benedito, no domingo, há um almoço especial e uma festa muito bonita.”, descreve.

As atrações não ocorrem somente de dia. “Durante a noite, tem alguns shows na praça que são gratuitos e muito bons (de sertanejo a rock, com a programação variada) e barraquinhas onde dá para comprar muita coisa”, acrescenta Lucineia.

Rio Jordão

Na cidade, há outros lugares para se visitar, como o rio Jordão (onde aconteceu a aparição da santa). “Agora eles construíram um caminho que vai da Basílica até o rio. Lá tem um presépio em tamanho natural muito interessante”, aponta a guia.

Shopping e passeios variados

É uma viagem que atrai também quem gosta de shopping e passeios variados. “Além da Basílica, a cidade tem um shopping, com várias atrações, e o teleférico, no qual você atravessa a rodovia e se depara com uma estátua da Santa lá em cima. Então é muita atração para se visitar”, diz Lucineia.

A excursão para Aparecida do Norte é muito interessante. “Quem acha que é um passeio só para rezar ou acompanhar missa tem uma imagem muito restrita do lugar, porque também existe um bocado de atrações”, enfatiza a guia.

Ela afirma que a cidade é um lugar no qual você vai para ter compromissos católicos, ou seja, não há como fugir disso, mas quem nunca foi geralmente tem outra visão desse destino. “Nós vamos para nos divertir, para rezar e também rir muito”, finaliza a guia.

Como mostramos, a excursão para Aparecida do Norte pode oferecer diferentes atrações ao longo do ano, além da festa de Nossa Senhora Aparecida.

Lembre-se de que é preciso se organizar com antecedência para escolher a data, hospedagem, passeios e transporte para o seu grupo. Realizando uma viagem de ônibus, com a família ou amigos, você certamente passará bons momentos nesse destino e voltará com muitas histórias para contar!

Quer fazer uma viagem segura e confortável para Aparecida do Norte? Entre em contato com a Saritur e organize o passeio dos seus sonhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *