Bem pertinho de Belo Horizonte, Brumadinho tem um dos maiores tesouros culturais do mundo: o museu de arte contemporânea e jardim botânico Inhotim. Mas há muito mais para se fazer nessa cidade, que é uma ótima pedida para as férias e para os fins de semana.

Neste post, vamos falar um pouco sobre o Inhotim, é claro, mas também listar outros motivos para conhecer Brumadinho, como a cachoeira das Ostras, a Serra da Calçada e o Parque do Rola Moça. Confira!

1. Inhotim

Instalado em uma área de 145 hectares, o Inhotim é conhecido como o maior museu de arte contemporânea a céu aberto do mundo, com uma variedade de instalações e obras de arte. Tudo isso em torno de um grande jardim com mais de 5.000 espécies de plantas, que compõem 28% das famílias botânicas do mundo.

Um atrativo adicional é arquitetura dos pavilhões, pensada cuidadosamente para interagir com as obras e o ambiente local, e que, por si só, já valeria a visita. Obras de artistas consagrados, como os fotógrafos Claudia Andujar e Miguel do Rio Branco, e os artistas plásticos Tunga, Cildo Meireles e Adriana Varejão, tem espaços pensados exclusivamente para elas.

Dada a extensão do acervo, é praticamente impossível conhecer o museu inteiro em um só dia. Além disso, processos anuais de ampliação do acervo ou troca das exposições fazem com que haja sempre um motivo para voltar ao local.

2. Parque Estadual do Rola Moça

Um dos maiores parques em área urbana do Brasil, o Rola Moça está dividido entre Brumadinho, Belo Horizonte, Nova Lima e Ibirité. Do alto da serra é possível ter uma vista deslumbrante de toda a região central de Minas. As formações rochosas ferruginosas e a vegetação de cerrado e campo de altitude dominam a paisagem. Trilhas, observação da natureza e circuito ciclístico estão entre as possibilidades de passeio no parque.

3. Cachoeira da Ostra

Mais uma ótima opção de lugar para conhecer em Brumadinho é a Cachoeira da Ostra, que fica em um trecho de serras entre a cidade de Brumadinho e o condomínio Retiro das Pedras. Saindo da cidade, uma caminhada de cerca de três quilômetros, subindo a Serra do Espinhaço, leva à cachoeira.

De águas cristalinas, e com um poço cuja profundidade chega a três metros, a cachoeira é ótima para se refrescar e se conectar com a natureza.

4. Serra da Calçada

A Serra da Calçada é parte integrante da Serra da Moeda e localiza-se entre Nova Lima e Brumadinho. Nela, há um conjunto imenso de ruínas que registram o período do auge da mineração de ouro dos séculos XVIII e XIX.

O local é marcado por uma estrada pavimentada com lajes de pedra, unindo a Serra da Moeda e o Vale do Rio Paraopeba. Além disso, a região é amada por caminhantes e ciclistas.

5. Piedade de Paraopeba

A vila de Piedade de Paraopeba fica na base da Serra da Moeda, a 20 km da cidade. Ela mantém muitas características de uma cidade do interior, como cerca de mata e lugares para se comer uma boa comida mineira.

Um dos destaques do local é a igreja de Nossa Senhora da Piedade, com traços da arquitetura colonial mineira do século XVIII.

Como chegar

A Saritur realiza o trajeto de ônibus tanto para Inhotim quanto para Brumadinho, sendo que existem linhas distintas para cada um dos destinos saindo da rodoviária de Belo Horizonte. Assim, você chega à cidade com segurança e conforto e pode aproveitar melhor o passeio.

Neste post, indicamos alguns passeios para fazer em Brumadinho, com opções de contato com a natureza e cultura.

Ficou com vontade de viajar? Então aproveite a visita ao nosso blog para conhecer os melhores lugares para viajar no verão brasileiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *